Bem vindo ao mundo, sobrinho.

Você ainda é um bebê de poucos dias, mas venho por meio desse texto, que você provavelmente nunca vai ler, explicar como funcionam algumas coisas na família que você nasceu, especialmente considerando que eu talvez seja a maior incógnita sobre a qual você vai ouvir histórias.

Antes de mais nada, sim, é verdade que uma vez eu fui beber com seu outro tio e paguei um vexame absurdo que ainda é lembrado pela população da ilha onde você nasceu e provavelmente jamais será esquecido. E na frente daquela futura atriz coadjuvante de Mamma Mia, pra piorar as coisas pro meu lado.

Mas, sua mãe me salvou nesse dia. Você não tem idéia de como você tem sorte de ser filho dela, eu e seus tios sabemos quantas vezes ela esteve lá pela gente e como ela como irmã mais velha veio se preparando esses anos todos para a maternidade.

Não se engane, ela não bate bem, mas você vai descobrir que isso não só é um mal de família, como parece ser uma enfermidade que assola o mundo inteiro, ou ao menos grande parte dele. Mas sua mãe tem um excelente coração, e não tenho nenhuma dúvida de que ela já te ama incondicionalmente. E, ela é uma excelente cozinheira, profissional mesmo, então você vai receber uma alimentação sadia e cinco estrelas. Além disso ela é simpática e vai sempre trazer milhares de amigos loucos pra te conhecer, e fazer amizades com as mães de alguns amigos seus. E ela fala um pouco de japonês e tem amigos no Japão, no Qatar e na Austrália que vão adorar te conhecer eventualmente, fora as milhares de histórias que ela vai te contar dos três países.

Sua avó materna e o marido dela também são um casal excepcional. Ela separou do meu pai, seu avô, pra fugir com ele e os dois mantém toda a jovialidade e excentricidade que tinham quando eram jovens, como sua mãe e o resto dos seus parentes, eles são meio fora do comum, mas possuem uma excelente índole e sempre me trataram bem, mesmo não precisando fazê-lo. O filho deles, seu tio “do meio” provavelmente vai ser o seu tio mais próximo. Ele escreveu para um dos jornais mais polêmicos do mundo, e é um assíduo fã de golf e futebol, além de escutar Beck, então tenho certeza que vai lhe trazer boas referências pro seu futuro.

Já seu tio mais velho, esse talvez você não entenda muito bem a princípio. No meu caso, eu sempre o entendi, porque ele é completamente transparente. Sim, ele é egoísta, egocêntrico e adora ridicularizar os outros. Mas quando você aprender a rir com ele, e entender como a vida dele sempre foi complicada, vai entender exatamente os motivos de ele ser assim. Além do que ele é sempre uma pessoa excelente pra te dar conselhos, já que ele raramente vai dizer que tudo vai ficar bem, pelo contrário, vai dizer exatamente o que ele acha que você tem que fazer pra contornar a situação e te pagar uma cerveja coca enquanto o faz. Ele não mantém contato constante, mas acredite, não é por mal. E acho que ele vai se divertir bastante com você quando vocês se conhecerem eventualmente.

Eu sou o tio mais novo, de nome estranho a seus ouvidos, que nasceu fora das ilhas, em um país exótico (para você) na década de 80. Não sei me definir muito bem, mas posso dizer que tenho experiência anterior com três sobrinhos emprestados (filhos dos meus primos) e que eles apreciam a minha companhia, embora fiquem de saco cheio da minha pessoa algumas vezes. Eu sei fazer mágica e malabares, e tenho uma cópia em PDF do manual do escoteiro mirim. Acabei de lembrar que está em português, mas posso procurar uma versão em inglês desse livro, ou de outros pra você, quando você tiver a idade adequada pra leitura. Não prometo mandar cartões no seu aniversário, mas gosto de telefonar sempre, acho que ouvir a voz vale mais do que um cartão, mesmo com a minha voz estranha, como diz o filho da minha prima “de nariz tampado”. E sempre que possível te mandarei presentes.

Na verdade, sua avó emprestada (minha mãe), te mandará presentes também, e se prepara que como você tem pelo menos cinco avós, vários tios avôs e três tios sem filhos (por enquanto), você deve receber uma penca de presentes todo ano, espero que você não fique mimado por conta disso. Se você quiser visitar sua avó emprestada com a sua mãe e seu pai, tenho certeza que ela ficará muito feliz e vai te fazer bolo de chocolate com amêndoas e brigadeiro. Pode ir arrumando espaço no estômago desde já, porque você vai engordar, já que as irmãs dela também adoram fazer doces, especialmente para crianças, mas não se preocupe , elas não são irmãs da bruxa do João e Maria, em troca dos doces só vão apertar a suas bochechas e conversar um pouco com você. Em português.

E tem seu tio emprestado (meu irmão mais novo), que pode parecer uma criança como você mas em teoria já é adulto. Você provavelmente vai gostar dele, ele tem joguinhos no computador e é legal irritar um pouco ele. O Diego (o filho da minha prima, um dos garotos mais legais do mundo) adora implicar com ele quando vem aqui, e apesar de ficar o tempo todo em cima dele, ele não se irrita (tanto).

Chegou a hora de eu falar um pouco sobre seu avô materno. Sabe, seu avô me magoou mais do que ninguém nessa vida, e eu não tenho um relacionamento legal com ele. Mas, eu espero que com você ele seja um avô legal, quem sabe. Talvez seja injusto eu dizer que a razão de eu estar tão distante de você e da sua mãe nesse momento seja o seu avô, mas essa afirmação tem um fundo grande de verdade. Não posso ficar criticando ele na sua frente, porque sei quanto tempo levou pra sua mãe fazer as pazes e resolver grande parte dos problemas que tinha com ele, e principalmente porque você merece construir o seu relacionamento com seu vô independente dos problemas que eu tenho com ele. Posso fazer vários elogios ao seu avô, ele conquistou o espaço dele no mundo com muito esforço, muita dificuldade e tendo que criar dois filhos pequenos desde que ele ainda era muito jovem. Ele é bastante sociável e tem vários amigos, joga golf e escuta Led Zeppelin. E ele tem cara de avô já tem um tempo, e usa meias vermelhas com bolinhas azuis.

A esposa atual dele pode parecer chata, mas como ele, ela tem o seu lado bom. E ela trabalhou no passado com o U2, uma das bandas favoritas da sua mãe, e pode te contar histórias deles. Não sei como eles vão reagir com você, de verdade, mas espero que seja melhor do que a forma que eles trataram sua mãe, seu tio mais velho e eu.

Então, você não leva o sobrenome dessa família disfuncional. Seu sobrenome é bem legal por sinal, e seu nome é uma faca de dois gumes, as pessoas vão vincular você ao personagem do filme, mas ao mesmo tempo se trata de uma figura tão popular e querida, e porque não, hardcore, que aposto que alguns dos seus amigos vão te invejar. Especialmente se eles forem nerds.

Você deve ter reparado que eu não falei do seu pai. É que eu ainda não o conheci pessoalmente. Mas pelo que sei a respeito dele, pela internet e através dos outros e pelo que conheço da sua mãe, tenho certeza que ele é um cara legal. Além do que ele é fã de Star Wars, como você vai perceber eventualmente, e isso diz muito sobre a pessoa. Eu não gosto muito de Star Wars, e acho alguns fanáticos da série meio babacas, mas acho que seu pai não está nesse clube, visto que ele não mora no porão dos pais e passa a vida discutindo a respeito dos filmes em fóruns na internet. Que eu saiba.

No fim, eu digo que o mundo é um lugar difícil, mas você tem sorte de ter nascido na ilha onde nasceu, com pessoas simpáticas, perto dos seus avós legais, do seu tio e sem muitas preocupações. É frio no inverno, é verdade, mas as pessoas são calorosas e dizem bom dia a estranhos e ficam felizes quando o dia está bonito. E você vai ver focas nas praias da ilha e pegar a balsa pra Grã-Bretanha de vez em quando. Eu só estive na ilha em que você nasceu uma vez, em 2001, mas sinto saudades, e esse ano eu espero ir aí te conhecer pessoalmente.

Enfim, espero que você esteja gostando desses primeiros dias, dormindo e comendo bastante e que sua mãe não esteja roncando tão alto e te acordando o tempo todo (se bem que você passou nove meses na barriga dela e já deve ter se acostumado, imagino).

Seja bem vindo, do seu tio mais novo de nome quase impronunciável,

Guilherme.

About these ads

5 Respostas para “Bem vindo ao mundo, sobrinho.

  1. Gui
    Você é uma pessoa ímpar!

    Felicidades e muita Saúde ao novo sobrinho
    bjos

  2. Pingback: Boa sorte com a baranga louca |

  3. Pingback: The kids are all right |

  4. Pingback: Três quilos e vinte oito |

  5. Que texto lindo! Como se chama teu sobrinho?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s